Facebook

 
Últimos Vídeos
 
Mídias Sociais
Saiba mais sobre repelentes
Postado em: 09/04/2014 | Categoria(s): Dicas de Saúde

Dra. Karina Pesquero

 

Estima-se que 1 pessoa morra a cada 30 segundos por complicações relacionadas a picada de insetos .  O estado de Goiás passa neste momento de 2013 por uma epidemia de dengue . Medidas de controle da proliferação do mosquito Aedes aegipy são as mais importantes e ideais para diminuir os casos de doentes acometidos por dengue .

Tentativas de diminuir as picadas sao feitas por meio dos  repelentes e inseticidas.
Somente as fêmeas dos mosquitos são hematófagas ,ou seja ,necessitam picar o ser humano para se alimentar . Desta forma são capazes de transmitir diretamente doenças como dengue ,febre amarela ,malária, leishmaniose.

Os repelentes físicos são   utilizadas para afastar os insetos , como por exemplo o uso de mosqueteiros e telas . Já os repelentes químicos podem atuar no ambiente ,promovendo um odor ofensivo aos insetos ,ou interagirem diretamente com a pele formando uma camada de vapor que espanta os mosquitos.

O repelente quimico ideal seria aquele capaz de repelir a maioria das espécies de mosquito simultaneamente, atoxico ,pouco cheiro e resistente a abrasao e água ,além de cosmeticamente favorável . Infelizmente na atualidade não temos um produto com  todas estas características . Os produtos comercialmente  disponiveis não são isentos de limitações  ,podendo ter efeitos no organismo , por isso é importante sabermos um pouco mais destas substancias.

Há uma variável predisposição individual a picada de insetos decorrentes de substancias exaladas pela pele ,principalmente pele suada ou com inflamações. Idade adulta ,sexo masculino ,vestimentas escuras ,calor ,umidade ,uso de perfumes florais  ,ingesta de alcool ,são fatores facilitadores de picadas. O próprio clima quente e úmido facilita o ataque destes insetos. Desta forma um repelente não protege igualmente todos usuários.
A associaçao de repelentes com hidratantes ou protetores solares diminuem um pouco a eficácia destes produtos .

O correto seria aplicar primeiro o protetor e após ,o repelente.
Estima-se que a cada aumento de 10o C da temperatura corporea ,ocorra uma diminuição de 50% do tempo de eficácia.
Os repelentes químicos tópicos são os mais usados ao redor do mundo , agem a partir de uma camada de vapor com odor ofensivoaos insetos .

Os mais usados são a base de dietiltoluamida (DEET) e apresentam concentrações entre 10a 50% ,proporcionando uma proteção de 80 a 95% contra o Aedes aegypty. Sao derivados de organofosforados e podem raramente dar complicações neurológicas ,especialmente em crianças .

A recomendação em crianças :  o ideal de uso seja após os 2 anos de idade  ,exceto em situações de epidemia ,aonde se autoriza o uso após os 6 meses de vida , não ultrapassando 10% de DEET nesta faixa etária. Recomenda-se não usar mais que 3 vezes ao dia . A ANVISA determina atualmente que novos registrose renovações  de repelentes com formulações com mais de 30% sejam previamente testadas em humanos.
A Icaridina é um novo e promissor repelente derivado da pimenta . Tem ação comparável a concentração de 15 a 50% de DEET ,mas permite aplicações com menor intervalo de tempo.
O repelente IR 3535 é um biopesticida sintético usado na Europa há mais de 20 anos . Pode ser usado em gestantes e creianças maiores que 6 meses de vida ,com bom perfil de segurança . Tem tempo de ação curta.

Indicado associar com outros métodos físicos ( vestimentas ,mosqueteiros ,etc).
A permetrina é um repelente com alta taxa de proteção para ser aplicado em vestuários ,telas e mosqueteiros . Não tem boa ação quando aplicado na pele. Quando impregnado nas roupas é eficiente inclusive contra infestação de carrapatos .
Os repelentes ditos naturais sao derivados  de essências de ervas , frutas cítricas , andiroba ,citronela ,coco ,soja , eucalipto , cedro ,gerânio ,hortelã . Entretanto são altamente voláteis e tem curta duração. Segundo pesquisa da Fiocruz ,a vela de andiroba ( Carapa guaramensis ) se mostrou eficaz em prevenir picadas de mosquitos em uma área fechada de 10m2 .

O óleo de andiroba também vem sendo estudado como boa perspectiva de eficácia .A ingestão de alho ou de vitamina B1 é muito propagada como um repelente .
A ingestão de alho ou de vitamina B1 é muito propagada como um repelente . O mecanismo de ação seria a saída destas substancias pelo suor espantando os insetos . Entretanto tem ação variável e não ha estudos comprovando realmente a eficáciaO mecanismo de ação seria a saída destas substancias pelo suor espantando os insetos .
Entretanto tem ação variável e não ha estudos comprovando realmente a eficácia.
Recomendações para bebes menores que 6 meses  e gestantes:
Portas e janelas vedadas com telas menores que 1,5mm
Manter os ambientes refrigerados com ar condicionado
Mosqueteiros .
Uso de vestimentas claras e que cubram a maior parte do corpo.

Recomendações para o uso de repelentes:
Passar em áreas expostas ,quantidade homogênea . A ação do repelente limita-se a 4cm de área corpórea.
Não usar próximo as mucosas como olhos ,boca e narinas e sempre lavar as mãos após as aplicações .
Não usar sobre pele irritada ou ferida.
Não aplicar embaixo das roupas .
Não permitir que as crianças se auto apliquem ,o produto deve ser sempre aplicado pelos adultos em crianças .
Não dormir com repelente . Se for necessário ,utilizar  a permetrina sobre as vestimentas , mosqueteiros ou telas .
Não aplicar debaixo das roupas .
Aplicar no máximo 3 vezes ao dia.
Evitar o uso de perfumes florais ou lavandas.
Sempre ler o rótulo e seguir recomendações.

 

Deve ser ressaltado que medidas coletivas devem ser intensificadas neste momento de epidemia . Sempre adotar estratégias que visem a não proliferação e a erradicação do mosquito Aedes aegypty.

Compartilhe isso:
© 2014 - SBD-GO todos os direitos reservados.