SBD-GO
NOTÍCIA


08
Apr

EM LIVE, DERMATOLOGISTAS ASSOCIADOS à SBD-GO FALAM SOBRE TRATAMENTOS CORPORAIS



 

A live da última quarta-feira (7), realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - Regional Goiás (SBD-GO), em seu perfil no Instagram (@sbdgo), abordou os tratamentos corporais mais buscados nos consultórios dos dermatologistas.

 

Para conversar sobreo assunto, foram convidados a dermatologista e coordenadora de Mídias e Redes Sociais da Sociedade, Maria Lígia Mendonça (CRM/GO 14358 – RQE 8544 @marialigiadermato), e o também dermatologista Rogério Ranulfo (CRM/GO 5476 – RQE 653 @dr.rogerioranulfo).

 

Eles começaram o bate-papo falando sobre estrias, um problema que muitas pessoas acreditam não ter solução. Contudo, os médicos afirmaram que é possível amenizar essas marcas e “camuflá-las” mais. Todavia, não se pode falar em “cura”, pois não é uma doença.

 

“O que o dermatologista faz é oferecer tratamentos que tornam as estrias menos perceptíveis. Algumas opções que temos são a radiofrequência, o laser fracionado, a infusão pneumática e drug delivery, entre uma gama ampla de tecnologias”, listou Rogério.

 

Os especialistas ressaltaram ainda que essas opções se tornaram mais confortáveis com o passar do tempo, causando menos dor, além da evolução dos anestésicos tópicos. Outra diferença percebida foi a conscientização dos pacientes sobre a importância de prevenir as estrias.

 

Porém, mesmo que elas surjam e já estejam antigas, ainda é indicado tratá-las, segundo Maria Lígia. “Quando me perguntam se vale a pena tratar estrias brancas, sempre digo que sim. As estrias mais recentes (vermelhas) respondem melhor ao tratamento, mas também podemos melhorar o aspecto das antigas”, explicou e acrescentou que o paciente precisa entender que o tratamento é longo.

 

Gordura localizada

 

 

A gordura localizada foi outro ponto falado na live. Todavia, para esse problema, os dermatologistas ressaltaram que o paciente também deve estar motivado, com boa alimentação e atividades físicas, para que o tratamento seja realmente eficaz.

 

“O tratamento corporal é diferente do facial. No facial, 90% depende do dermatologista e 10% do paciente. No corporal, dependemos muito do paciente. Só o uso de um aparelho trará um resultado, mas se o paciente se engajar no tratamento, o resultado será muito melhor”, disse Maria Lígia.

 

Alguns dos citados pelos dermatologistas foram: criolipólise, ultrassom macrofocado, radiofrequência e campo eletromagnético. Este último também é utilizado para fortalecer a musculatura, algo importante após a gestação, na terceira idade e, atualmente, para auxiliar na recuperação da força depois de uma infecção por Covid-19.

 

Essas tecnologias, segundo Rogério Ranulfo, se tornam mais eficientes quando associadas entre si. “Cabe ao dermatologista, com seu conhecimento, entender como combiná-las”, afirmou ele, que também mencionou que, para cada tipo de gordura localizada, pode ser indicado um tratamento.

 

Flacidez

 

Outro problema que sempre aparece nos consultórios é a flacidez. Porém, os dermatologistas lembraram que é preciso distinguir o que é realmente flacidez e o que é excesso de pele. Neste último caso, às vezes, o tratamento precisa ser cirúrgico.

 

Rogério afirmou que as associações de opções também são úteis, por exemplo, com bioestimuladores de colágeno e fios de sustentação. “Gosto de utilizar os fios de sustentação, principalmente, na região do umbigo e dos braços. No entanto, antes uso os bioestimuladores. Outros tratamentos são com os ultrassons micro e macrofocados”. Ele  mencionou ainda as cápsulas de colágeno, que podem ser utilizadas para reforçar os cuidados.

 

Celulite

 

Para finalizar a live, os médicos conversaram sobre celulite, um problema que afeta cerca de 95% das mulheres. Contudo, mesmo sendo tão comum, causa muito incômodo, principalmente quando os furinhos na pele estão em níveis elevados de gravidade.

 

 

“A celulite acontece quando a paciente ultrapassa o limite de extensão da pele e de acúmulo de gordura naquela região. Mesmo quando o índice de massa corporal está correto, dependendo da estrutura física da mulher, a celulite pode aparecer”, explicou Rogério.

 

Neste problema, costuma ser feito um mix de tratamentos que também são utilizados em outros casos, como os bioestimuladores, preenchimentos e aparelhos para quebra de células de gordura. No entanto, manter hábitos saudáveis também é essencial. “Ter um estilo de vida ruim, como com consumo excessivo de açúcares e carboidratos, não praticar exercícios físicos e até questões hormonais influenciam na piora da celulite”, alertou Maria Lígia.

 

A live permanece gravada no perfil da SBD-GO no Instagram. Confira

 

Em todas as quartas-feiras, a Sociedade realiza apresentações como essa, sobre assuntos diversificados da dermatologia. Acompanhe, às 19h, no perfil @sbdgo



ENTRE EM CONTATO

FALE CONOSCO




(62) 3251-6826


contato@sbdgo.org.br


Av. Portugal, Qd. L29, Lt. 1E, 15° Andar, Sala B1509, Cond. Órion Business & Health Complex, Setor Marista. CEP: 74150-030 - Goiânia - GO


2017 - Todos os direitos reservados.