SBD-GO
NOTÍCIA


21
May

REJUVENESCIMENTO íNTIMO FOI TEMA DE LIVE DA SBD-GO



A live da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Regional Goiás (SBD-GO), da última quarta-feira (19), abordou as técnicas de rejuvenescimento íntimo, no perfil da entidade no Instagram (@sbdgo). A convidada para explicar sobre o assunto foi a médica dermatologista Alessandra Serquiz (CRM/GO 15445 / RQE 12208 - @draalessandraserquiz).



Para contribuir mais com o tema, também participou o médico cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Armando Teixeira (CRM/GO 13173 /RQE 8486 - @drarmandoteixeiraplastica).



Alessandra iniciou a apresentação mostrando a importância de também cuidar do processo de envelhecimento da região genital. “A gente cuida muito da nossa estética facial e corporal. Fazemos de tudo para que tenhamos uma boa qualidade de vida e um bom envelhecimento, mas a parte genital costuma ficar de lado. A nossa vulva e vagina também envelhecem”, comentou ela, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).



A médica explicou que esse cuidado não objetiva tratar apenas a parte estética, mas também a funcional. Isso porque, principalmente a partir do climatério (menopausa), a região íntima pode sofrer com alguns problemas, como atrofia da mucosa, desidratação, diminuição do tônus, frouxidão dos ligamentos e incontinência urinária. 



Outra queixa comum no consultório, segundo Alessandra, é a hiperpigmentação. Isto é, a vulva passa a ter uma coloração mais escura. Para isso, o médico pode utilizar peelings e lasers. “São procedimentos realizados no próprio consultório, com anestésicos tópicos e que tornam o tratamento bastante tolerável. Geralmente, são feitas de três a quatro sessões. Vamos melhorando de forma gradual. Apesar de ser uma região mais sensível, não exige tantos cuidados além daqueles que já recomendamos quando fazemos esses procedimentos na face, como hidratar bem a pele e não se expor ao sol”, explicou a dermatologista. 



Já o excesso de gordura na região pubiana, também chamada de “monte de vênus”, deve ser tratado com o cirurgião plástico. “Temos procedimentos que podemos realizar para amenizar esse problema. Um deles é a lipoaspiração, para diminuir a quantidade de gordura entre a pele e o osso, deixando o púbis da pacientes mais delicado”, disse Armando. Ele alertou ainda que essa cirurgia deve ser feita sempre com médico cirurgião plástico especializado e no centro cirúrgico.  



Quando o problema é a flacidez no púbis, existem diversos tratamentos. Os dermatologistas podem utilizar bioestimuladores de colágeno e preenchimento com ácido hialurônico, por exemplo. Enquanto isso, os cirurgiões têm a alternativa de, junto com a abdominoplastia, também promover a retirada do excesso de pele dessa área. 



Mais um recurso utilizado para o rejuvenescimento íntimo, na cirurgia plástica, é a ninfoplastia. O procedimento, também realizado em centro cirúrgico, é utilizado para diminuir o volume dos pequenos lábios, deixando-os mais harmônicos com toda a vulva. 




Procedimentos para a região interna




Para a parte interna da região íntima, os procedimentos visam tratar mais a questão funcional, como melhorar o tônus e amenizar a frouxidão ligamentar, que podem gerar incontinência urinária. Nesses casos, os dermatologistas costumam usar lasers, como o de CO2 fracionado e o Erbium. 



Além disso, Alessandra Serquiz também mencionou a radiofrequência e a estimulação por campo eletromagnético. Este último tratamento promove uma reestruturação de todo o assoalho pélvico. 



Porém, a prevenção é sempre a melhor escolha. “Assim como existem tratamentos para prevenir o envelhecimento da face, também existem para prevenir problemas na região genital e, assim, não precisar de uma cirurgia. Afinal, não tem preço envelhecer bem, com uma vida sexualmente ativa e sem incontinência urinária”, ressaltou a dermatologista. 



Contudo, ela alertou que a procura pelos procedimentos deve partir de uma vontade da paciente, que deseja melhorar a autoestima, e não uma imposição do parceiro. 



Dicas importantes



Para finalizar a live, a dermatologista Alessandra Serquiz deu algumas dicas práticas para evitar problemas funcionais e estéticos (como a hiperpigmentação) na região íntima. São elas: não usar frequentemente roupas muito apertadas, preferir calcinhas de algodão, dormir sem calcinha e utilizar sabonetes íntimos adequados para o PH da flora vaginal. 



Em todas as quartas-feiras, a SBD-GO convida especialistas para explicar sobre assuntos variados. Participe das lives e mande suas perguntas!



ENTRE EM CONTATO

FALE CONOSCO




(62) 3251-6826


contato@sbdgo.org.br


Av. Portugal, Qd. L29, Lt. 1E, 15° Andar, Sala B1509, Cond. Órion Business & Health Complex, Setor Marista. CEP: 74150-030 - Goiânia - GO


2017 - Todos os direitos reservados.