SBD-GO
NOTÍCIA


09
Jul

QUEDA DE CABELO E TRANSPLANTE CAPILAR FORAM ASSUNTOS ABORDADOS EM LIVE DA SBD-GO






Dermatologistas explicaram as principais causas do problema e quando o transplante é indicado



A live da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Regional Goiás (SBD-GO), na quarta-feira (7), abordou a queda de cabelo e o transplante capilar. A apresentação foi feita pelas médicas dermatologistas Carolina Borges Basilio Guimarães (CRM/GO 12782 - RQE 9485 - @carolinabasiliodermato) e Flavia Grazielle de Sousa Carneiro (CRM/GO 13665 - RQE 8829 - @draflaviacarneirodermato).



De acordo com Carolina, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), os pacientes costumam achar que queda de cabelo é algo simples e, a partir disso, começam com as automedicações. "A queda de cabelo não é simples. Existem várias causas e cada uma com sua particularidade e tratamento específico”. 



De acordo com Flávia, em cerca de 90% dos casos, o diagnóstico é feito pelo relato do paciente e pela fototricoscopia (exame em que o dermatologista verifica o couro cabeludo). Apenas em 10% das situações é preciso analisar exames de sangue. “Isso mostra que nem toda queda de cabelo é tratada apenas com vitaminas. É preciso investigar tudo e, depois, ter o diagnóstico correto”, relatou a médica, que é membro da SBD e cursou Tricologia na Universidade de São Paulo (USP), com pós-graduação em Tricologia Cosmética pela Faculdade Oswaldo Cruz.⠀



As especialistas lembraram que algumas doenças, como o líquen plano, quando o cabelo cai, é difícil que ele volte a crescer, o que mostra ainda mais a importância do diagnóstico precoce. 



Contudo, a causa mais comum da perda dos fios é a alopecia androgenética. “Como o próprio nome diz, é uma doença genética. Então, não temos uma cura definitiva. Os pacientes devem fazer o tratamento por toda a vida para frear a queda”, explicou Carolina. 



Porém, quando a região afetada já é expressiva, está indicado o transplante capilar. Carolina, que realiza esse procedimento, ressaltou que, mesmo após a cirurgia, o paciente precisa continuar o tratamento clínico contra a alopecia. “Caso o tratamento não seja mantido, a pessoa poderá continuar perdendo cabelo e precisará de um novo transplante”, alertou a médica. 



Todas as quartas-feiras, a SBD-GO realiza bate-papos como esse, sobre diversos assuntos da dermatologia. Acompanhe pelo perfil no Instagram da entidade: @sbdgo



ENTRE EM CONTATO

FALE CONOSCO




(62) 3251-6826


contato@sbdgo.org.br


Av. Portugal, Qd. L29, Lt. 1E, 15° Andar, Sala B1509, Cond. Órion Business & Health Complex, Setor Marista. CEP: 74150-030 - Goiânia - GO


2017 - Todos os direitos reservados.